Vale do Ribeira

Prefeito de Cajati não poderá assumir cargo, segundo decisão do TSE

A candidatura de Vavá Cordeiro se manteve indeferida, nesta segunda-feira (7)

Foi negado o pedido de recurso do prefeito eleito de Cajati, Lucival José Cordeiro (PSB), o ‘Vavá Cordeiro’. O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) manteve indeferido o registro de sua candidatura, mesmo tendo sido o candidato mais votado à Prefeitura de Cajati, com 8.778 votos (59,86%), nas eleições municipais de 2020.

Com essa nova decisão, em 1º de janeiro de 2021, quem assumirá o cargo de prefeito será o presidente eleito da Câmara de Vereadores de Cajati, até que ocorra uma nova eleição na cidade.

Vavá, que já era prefeito da cidade, teve seu mandato cassado dia 28 de agosto de 2020, após ser denunciado por improbidade administrativa. Com base na denúncia, o Ministério Público Eleitoral, que atua em todas as fase do processo eleitoral, pediu a impugnação do registro de candidatura de Vavá, que acabou acatada pelo TRE.

Em sessão extraordinária, realizada na última segunda-feira (7), o Tribunal, em unanimidade, negou os recursos da defesa e manteve indeferida a candidatura. Vavá não se posicionou em suas redes sociais a respeito da decisão.

Continue lendo

Artigos relacionados