eSports

CS:GO: FURIA vence MIBR por 2×1 e é campeã da Game XP

Furia é campeã da Game XP. Foto: Reprodução/Furia

Neste domingo (29), MIBR e Fúria fizeram mais um confronto repleto de rivalidade, talento e emoção na final da Game XP 2021, que aconteceu no palco do Complexo Olímpico do Rio de Janeiro. No placar, a Fúria venceu por 2×1 (16×12;5×16 e 19×16) e faturou o título do campeonato. Entre as players, Karina “Kaah” Takahashi, da Fúria, foi eleita a MVP.

+CBLOL: Final será realizada no Morro da Urca, no Rio de Janeiro

+FalleN jogará Free Fire ao lado de Nobru em evento gamer

MIRAGE

Escolhendo a Mirage como primeiro mapa, a MIBR não começou bem e viu as adversárias abrirem cinco rounds na frente. Se aproximando da metade do primeiro lado, um clutch realizado pela Marcella “Cellax” Ferreira mudou a sequência da partida e acabou sendo o primeiro ponto da equipe. Ainda atrás do placar, a MIBR sofreu para combater os avanços precisos de Karina “Kaah” Takahashi e Izabella “izaa” Galle que dominavam a partida até o momento. Conseguindo cauterizar as forças adversárias, a MIBR foi escalando round a round até conseguir defender as entradas pré-definidas, obter a virada e fechar o primeiro mapa por 16×12.

NUKE

No segundo mapa, a Nuke, a escolha da FURIA foi comprovada dentro do servidor. Sem dar a menor chance para as adversárias, as furiosas empilharam rounds em sequência e chegaram a abrir dez a zero em cima das adversárias. Mesmo com todo empenho da MIBR, que chegou a ensaiar uma leve recuperação, o mapa ficou para a FURIA, que finalizou em 16×5 com destaque novamente para Kaah, que obteve 21 eliminações com 11 mortes e foi fundamental em toda a série.

ANCIENT

No terceiro e decisivo mapa, a FURIA começou defendendo diante da MIBR. Da mesma forma que aconteceu nos mapas anteriores, as furiosas mantiveram o forte impacto no início de mapa e abriram três a zero. No primeiro armado, a MIBR conseguiu realizar uma boa entrada no bombsite da B e diminuir essa vantagem. Na medida em que a partida ia evoluindo, a Furia parecia mais à vontade no mapa e tentou dominar a partida. Durante a primeira metade, Izaa e Kaah novamente foram os destaques e conseguiram fechar a primeira parte em 11×4.

Após a troca de lados, a equipe da MIBR conseguiu voltar para partida e vencer rounds crucias, deixando o confronto mais emocionante. Enquanto o marcador mostrava 11×9 para a Furia e a MIBR havia emplacado cinco rounds seguidos, a equipe comandada por Kaah consegui frear a reação das adversárias e manter a liderança no placar. No round seguinte, quando parecia que a MIBR finalmente conquistaria a virada, Kaah apareceu mais uma vez com sua AWP e realizou um clutch perfeito para manter a vantagem da Furia.

Comprovando o equilíbrio do confronto, a partida não resistiu apenas ao tempo normal e seguiu para prorrogação. No primeiro tempo do overtime, a Furia voltou a repetir o forte começo de mapas e venceu os dois primeiros rounds do tempo extra. Em uma situação bastante complicada, a MIBR não conseguiu voltar na partida e viu a Furia finalizar em 19×16 e vencer a Game XP.

Essa foi a revanche das meninas da Fúria, que além de vencer o campeonato também levaram a premiação de R$ 55 mil, enquanto a MIBR, que obteve o vice, ficou com R$ 30 mil.

Continue lendo

Artigos relacionados