eSports

LMBT se depara novamente com bug do coach e questiona Valve

O bug do coach assombrou a comunidade do CS:GO no ano passado. Além de causar o banimento de 37 treinadores, incluindo diversos brasileiros como guerri e dead, a falha no jogo levantou a questão de quantas partidas foram prejudicadas por coaches que a exploraram.

Contudo, assim que a Esports Integrity Commission (ESIC) emitiu os banimentos e a Valve se pronunciou sobre o caso, a comunidade pensou que o bug já estava corrigido. Salvo engano. LMBT, ex-técnico da forZe e um dos que estavam na lista de banidos da comissão, mostrou em vídeo neste sábado (15) que a falha ainda pode ser encontrada no CS:GO.

“Como isso ainda pode estar aqui? Não atuava como coach faz um tempo e agora eu vejo isso? Valve, achei que isso estava corrigido”, questionou LMBT.

No vídeo, é possível ver que a câmera de LMBT está posicionada bem no meio da Mirage e ele tem a liberdade de movê-la para os lados, podendo assim obter informações de posicionamentos inimigos durante os rounds. De acordo com seized, ex-jogador da NAVI, esta falha existe no CS:GO desde 2016 (confira aqui a matéria).

Continue lendo

Artigos relacionados