eSports

LoL: Djoko comenta perda dos bans e ignora quebra de sequencia

O Flamengo eSports fechou a Semana 4 do CBLoL com uma derrota para a paiN Gaming neste domingo (28). O revés deixou o rubro-negro na quarta colocação da tabela, além de ter garantido a paiN na liderança isolada. Após a partida, Djoko participou da coletiva de imprensa.

Foto: Riot Games

O treinador abriu a rodada de entrevista respondendo sobre a punição imposta sobre o Flamengo no sábado (27), que tirou dois banimentos da equipe durante a fase de picks e bans do jogo contra a paiN Gaming. De acordo com ele, qualquer número de banimentos que um time perde, muda todo o processo de montagem do draft.

“Iríamos fazer algumas coisas diferentes, tivemos que mudar certas prioridades, pois você tem a capacidade do adversário de abusar. Você tem que se preparar muito mais, mudar o que vinha fazendo. Isso está fora do controle da organização, tivemos que nos adaptar, mas acredito que esse foi o de menos no jogo de hoje.”

Já em relação ao mid game do Flamengo, se o time se perdeu ou foi mérito da paiN em virar e conquistar a vitória, Djoko credita o adversário pelo resultado. “Quem analisa o jogo assim (que o Flamengo se perdeu) está o vendo de forma errada.”

Ele explica seu ponto: “Principalmente em jogos equilibrados, você tem turnos, os do adversário e os seus, então não tem essa, nem todo o jogo será ‘hard smash’, são possibilidades infinitas, pode acontecer mas não acontece sempre. A grande questão de hoje, o diferencial, foi não só o campeão Leblanc, mas também o Tin, ele jogou muito melhor que os outros nove jogadores da partida. Mérito ao time dele, claro, mas também a ele porque acredito que ele tenha desequilibrado.”

Com a derrota, o Flamengo teve sua sequencia de quatro vitórias seguidas quebrada. A equipe também estava invencível desde as chegadas de Bvoy e Luci. Apesar disso, Djoko afirma não ligar para invencibilidades e que prefere perder jogos na Fase Regular, desde que isso faça seu time melhor.

“Acho muito melhor isso do que ser invencível, porque no final das contas, ninguém é. Sempre terá alguém melhor do que você, sempre terá alguém que vai te vencer em algum ponto. Então é muito melhor desmistificar essa ideia de invencibilidade, do que ficar cultivando isso como se fosse algum trunfo. No fim do dia, o que vale é quem chega aos playoffs e ganha o campeonato, não quem ficou invencível.”

O Flamengo se encontra na 4ª colocação na Fase Regular do CBLoL, com quatro vitórias e quatro derrotas. Agora com uma semana de preparação e mudança de patch à vista, o rubro-negro enfrenta a INTZ e a Furia pela Semana 5.

Você confere a cobertura completa do CBLoL aqui no Mais Esports.

Veja também: “Com certeza atrapalhou muito eles”, comenta Tinowns sobre bans do Flamengo

Foto: Riot Games

Topo