eSports

LoL: Cinco promessas para se ficar de olho no Circuito Desafiante 2020

Mesmo que as franquias não tenham chegado ainda, a segunda etapa do Circuito Desafiante 2020 já tem uma cara Academy. Nesse sentido, equipes como Redemption, Havan Liberty e Falkol apostam em jovens talentos das filas ranqueadas para comporem seu elenco; além de, claro, a Rensga, que já tinha esse planejamento desde a etapa passada.

Team oNe e RED Canids também já tinham uma base jovem e apenas mantiveram seus talentos: os Golden Boys com os retornos de wyLL, Absolut e Jojo, do empréstimo ao Flamengo e a Matilha com a manutenção de Guigo, Aegis e Avenger – agora donos das posições.

Nessa matéria, o Mais Esports separou cinco nomes para você ficar de olho nesse Circuitão, em ordem de hype.

  1. Ayato – Redemption Porto Alegre (Top Laner)

Foto: Divulgação/Redemption

Antigamente o jogador era um mono Yasuo das filas ranqueadas e, mesmo com o campeão sendo majoritariamente usado na rota do meio, Ayato gostava de utilizá-lo na rota superior. Ao longo do tempo e dos jogos, foi notado como sua mecânica era elevada com um campeão que exigia bastante recurso técnico para um bom desempenho em alto nível, então ele sempre era chamado para times do tier 3, ou mesmo para completar treinos.

A partir disso, ele mostrou que também podia jogar bem não só com o Yasuo, mas com muitos campeões e, inclusive, o Ornn, que foi uma surpresa vê-lo desempenhando bem; visto que as mecânicas são bem diferentes de um top laner carregador. Ademais, ele conseguiu sagrar-se MVP na sua primeira partida como profissional no Circuito Desafiante 2020, contra a Falkol, de Wukong.

  1. Reversed – Falkol eSports (Top Laner)

Reversed (Falkol) - Circuito Desafiante 2020
Foto: Divulgação/Falkol

O adversário do Ayato no primeiro confronto do Circuitão, estreando de Malphite (o que, na verdade, foge um pouco da sua característica), é o quarto colocado no nosso ranking. Reversed começou sua carreira nos times de base do CNB, como mid laner, e sempre foi um dos principais nomes das categorias juvenis do clube.

Ainda assim, por conta da organização dos torneios profissionais de League of Legends, o jovem jogador não teve oportunidade e atuar em alto nível. Entretanto, no fim de 2019, Reversed decidiu trocar da rota do meio para a rota superior, buscando um step-up em sua carreira, o que acabou por dar muito certo.

No início, foi difícil. Apesar de ser uma das melhores Akali’s do servidor, nem só de carry vive o top laner, por isso o jogador teve que aprender a jogar com campeões como Gangplank, Ornn, dentre outros, para tornar-se profissional. Sendo assim, aprendeu e masterizou os campeões, jogou o qualify do Circuitinho junto com o Hanor (mid laner contratado pelo INTZ) e Mewkyo (ex-CNB) e conseguiu chegar na MD5 contra a RED Canids, mas perderam por 3-1.

Seu ótimo desempenho foi notado pelos Blues e o jogador tem, agora, sua primeira oportunidade de se provar um bom top laner em nível profissional, jogando no circuito Desafiante 2020

  1. Beenie – Havan Liberty (AD Carry)

Beenie (Havan) - Circuito Desafiante 2020
Foto: Divulgação/Havan

Cria da Yellowstorm, time tier 3, Beenie chegou à Havan Academy para o Circuitinho, junto com Enel, também da YST. Ao lado de SkB, Redentor e Mind na YST, o jogador teve excelente desempenho em torneios como o Circuito Banco do Brasil, do qual se sagrou campeão contra a Intergalaxy Tigers e era destaques nos treinos contra a RED Academy, Rensga, dentre outros times, o que acabou chamando a atenção dos catarinenses da Havan.

Juntou-se a Gyeong, Thunder e Kennedys e chegou aos playoffs do Circuitinho, sendo derrotado pela Rensga (que, posteriormente, conseguiu o acesso ao Circuito Desafiante). Mesmo com a derrota, o atirador mostrou excelente desempenho, subiu para disputar posição com um dos principais nomes do cenário, Flare, e teve a responsabilidade de atuar nos dois primeiros jogos do Circuito Desafiante. Nesses jogos, Beenie jogou de Varus e Kalista, sendo destaque em dano causado em ambos e mostrando que o hype que ele tem está pronto para ser correspondido.

  1. Riva – Redemption Porto Alegre (AD Carry)

Riva (Redemption) - Circuito Desafiante 2020
Foto: Divulgação/Redemption

Apesar de não ser literalmente um novato, Riva pode estar incluído nessa lista, pois será a sua primeira temporada como ad carry titular da RDP. Isso porque o jogador era mid laner, reserva de Krastyel, e atuou poucas vezes enquanto o time gaúcho esteve no CBLoL, mesmo já demonstrando ter boa mecânica com campeões carregadores. Ao longo da primeira etapa de 2020, Riva focou em jogar treinos e as filas solo duo com o suporte Scuro, e foi destaque absoluto, conseguindo alcançar as primeiras posições.

Os jogadores do high elo sempre comentavam a dificuldade que era enfrentar o duo deles, que teve uma porcentagem de vitória acima de 70% por muito tempo nos três primeiros meses. Entretanto, seu parceiro agora é BocaJR e sua tarefa é substituir o sul-coreano Patrick, que voltou para a Coreia do Sul e está na Afreeca Freecs.

Apesar de ser uma tarefa complicada, Riva parece muito confortável em exercê-la, já que conseguiu um quadra-kill com seu Aphelios no seu primeiro jogo do CD. Apesar da derrota no segundo jogo, o jogador também demonstrou desempenho regular e consistente; o que pode animar a torcida da Redemption, já que seu potencial é enorme.

  1. Enel – Havan Liberty (Caçador)

Enel (Havan) - Circuito Desafiante 2020
Foto: Divulgação/Havan

Outra cria da Yellowstorm, Enel é o jungler com mais potencial das filas ranqueadas atualmente. O que mais anima no seu gameplay é a sua capacidade de jogar com qualquer campeão, independente de ser um carregador ou de utilidade. Além disso, o garoto é um playmaker nato, não tendo medo de se arriscar em jogadas em profundidade e saindo vivo delas quase em todas as vezes.

É muito difícil adivinhar o caminho que Enel vai tomar em sua rotação, seu pathing é imprevisível, visto que não há um padrão bem definido como em outros caçadores que vemos pelo Brasil – o que faz o jogador ser diferenciado. O caçador não chegou para brincar, como as redes sociais da Havan vem dizendo, a “#TropadoEnel” já é líder do Circuitão, com duas vitórias e nenhuma derrota, com o caçador já tendo levado um MVP para sua prateleira (e logo em sua estreia, com o Graves).

Em seu segundo jogo, ficou difícil competir com Woodboy que foi magnífico em seu Blitz, mas sua atuação de Lee Sin também chamou atenção aos olhos de quem assistiu ao CD. Anima muito a performance do garoto, já que parece não ter sentido a estreia e já ter mostrado o melhor nível de um caçador no Circuito Desafiante e sua margem de evolução só tende a subir, com o passar do tempo e o decorrer do campeonato.

 

Você deve estar sentindo falta de outros nomes aqui, como o Guigo, Aegis, Avenger, wyLL, Woodboy, dentre outros; mas o foco aqui é mostrar jogadores que ainda são desconhecidos. É claro que todos esses são jovens com enormes potenciais, mas eles já puderam demonstrar suas valências em etapas anteriores, o que faz com que o público já conheça um pouco do hype deles.

O Circuito Desafiante 2020 vai ao ar na Twitch e no YouTube da Riot Games Brasil, todas as segundas e terças, a partir das 21h. Você pode conferir a cobertura completa da competição aqui no Mais Esports.

Veja também: Entenda critérios da Riot para aprovação dos times na franquia do CBLoL

The post LoL: Cinco promessas para se ficar de olho no Circuito Desafiante 2020 appeared first on Mais Esports.

Continue lendo

Artigos relacionados


 
Botão Voltar ao topo