ELEIÇÕES 2020

Pesquisa IPAT – Grupo A Tribuna erra em todos resultados de intenção de voto

A filiada da Rede Globo na Baixada Santista foi analisada pela equipe do ISN Portal

O ano de 2020 tem como marcos a pandemia e as eleições que definiram os prefeitos e vereadores dos municípios brasileiros. O período de votação, além de propagandas publicitárias sendo bombardeadas na população, traz as pesquisas de intenção de voto tão influentes quanto as peças de marketing – visto que em teoria se trata de um estudo cientifico – sendo assim persuasivo ao público.

Entenda a influência das pesquisas:

Votos essenciais: Os eleitores indecisos passam a acreditar que o melhor candidato esta sendo escolhido pela maioria relatada na pesquisa. Já os leigos, não conhecem os postulantes ou nem mesmo o processo de votação, e assim também optam pelo melhor colocado na pesquisa, visto que têm medo de desperdiçar seu voto.

Questão partidária: O líder atrai investimentos maiores de seu partido. Tal ação pode ser um divisor de águas, pois até um candidato de baixa visibilidade se torna atrativo, mesmo com uma pesquisa divergente da verdade. Assim abala o adversário e pode tornar realidade a inicial manipulação.

Coligações: Angaria interesse de outros partidos, que irão buscar coligações com os líderes apontados nos resultados, consequentemente garantiu-se mais tempo de televisão e rádio (Propaganda eleitoral gratuita) e mais militância com esse público.

“As questões são o tamanho da influência que essas pesquisas tem sob os indecisos ou mais leigos que preferem votar nos líderes, ao considerarem desperdício de votos optar por outro candidato e a maneira que são realizadas, pois o que envolve política traz medo e desconfiança de manipulação de acordo com os interesses dos poderosos”, analisa o ex-secretário dos portos, Claudio Fernando.

Com os resultados concretizados e os políticos eleitos, é possível ver as diferenças entre os anunciados nas pesquisas IPAT e as escolhas da população na Baixada Santista, os equívocos  ocorreram desde os pontos percentuais previstos ate as eleições de candidatos.

Abaixo casos destacados:

O Grupo A Tribuna apontava o segundo turno com as seguintes diretrizes: Danilo Morgado (PSL) líder conquistando mais votos em Praia Grande, onde Rachel Chini (PSDB) venceu; e Solange Freitas (PSDB) sendo imbatível em São Vicente, independente do adversário, onde Kayo Amado (PODE) venceu.

Retrato de números emitidos pelas pesquisas IPAT, comparativo com Resultado TSE.

As definições do primeiro turno obtiveram números além da margem de erro declarada pelo Grupo em todas as cidades da Baixada Santista – exceção de Peruíbe. Já Guarujá onde o reeleito Valter Suman foi votado por 75,68% da população e a previsão era de 59,4%.  Em Santos, Rogério Santos foi escolhido por 50,58% com expectativa do IPAT de 40,8%. Abaixo o comparativo do primeiro turno:

Retrato de números emitidos pelas pesquisas IPAT, comparativo com Resultado TSE. * : Pesquisa não divulgadaVeja abaixo resultados na íntegra das últimas pesquisas para o primeiro turno das cidades do litoral:

Guarujá

Pesquisa.Eleitoral.GUARUJA.Novembro.2020

Santos

Pesquisa.Eleitoral.SANTOS.Novembro2020

São Vicente

Pesquisa.Eleitoral.SAO.VICENTE

Praia Grande

Pesquisa.Eleitoral.PraiaGrande.NOV2020

Bertioga

Pesquisa.Eleitoral.BERTIOGA

Cubatão

Pesquisa.Eleitoral.CUBATAO.NOV2020

Peruíbe

Pesquisa.Eleitoral.PERUIBE.Nov2020

Mongaguá

Pesquisa.Eleitoral.MONGAGUA.Out2020

Itanhaém

Devido a contaminação das amostragens e seu resultado pela equipe do reeleito Prefeito Tiago Cervantes (PSDB), a pesquisa não pôde ser divulgada.

Veja abaixo resultados na íntegra das últimas pesquisas para o segundo turno das cidades do litoral:

Praia Grande

Pesquisa.Eleitoral.2TURNO.PG.2020

São Vicente

Devido a alegação perante a Justiça Eleitoral a pesquisa para o segundo turno de São Vicente não poderia ser divulgada, por diversos equívocos em sua metodologia. Porém os dados foram encontrados na rede social da candidata do PSDB.

Continue lendo

 
Botão Voltar ao topo