Entretenimento

Movimentos para boicotar Mulan retornam após estreia no Disney+

O filme live-action Mulan chegou ao Disney+ e algumas salas de cinema na semana passada com críticas positivas, mas também veio acompanhado de polêmicas. Segundo o The Verge, a estreia ressuscitou movimentos de boicote contra o longa-metragem.

Logo após a Disney liberar o filme em seu serviço de streaming, internautas levantaram a hashtag #BoycottMulan” em redes sociais como o Twitter. O movimento foi liderado por ativistas asiáticos e trouxe à tona frases polêmicas da protagonista Liu Yifei.

A intérprete da protagonista Mulan gerou revolta durante o ano passado quando apoiou publicamente a polícia de Hong Kong durante protestos pró-democracia no território chinês. Em uma publicação feita na rede social Weibo, a atriz foi bem direta sobre assunto: “Eu apoio a polícia de Hong Kong. Vocês podem me atacar agora”.

Posição da Disney

A Disney não comentou sobre o movimento de boicote ao filme, mas a companhia já se pronunciou sobre o assunto no passado. Em fevereiro, o chairman da empresa, Alan Horn, falou sobre os comentários da atriz.

De acordo com o executivo, a Disney tenta ser “apolítica” em relação a assuntos como esse e as declarações de Yifei Liu não refletem as opiniões da empresa. “Eu espero que tudo seja resolvido logo”, disse Horn. “É uma situação muito delicada”.

Yifei Liu, atriz que interpreta MulanFonte:  CNET 

Graças à pandemia, a Disney optou por lançar Mulan diretamente no Disney+ e limitou a chegada do longa-metragem nos cinemas. Os assinantes da plataforma nos Estados Unidos podem alugar o filme por US$ 29,90, cerca de R$ 161 em conversão direta para a nossa moeda.

Mesmo com os movimentos de boicote, o principal interesse da Disney é lançar o filme nos cinemas chineses. De acordo com Alan Horn, a produção foi feita com a bilheteria do país em mente.

“Se Mulan não der certo na China, nós temos um problema”, disse o executivo ao Hollywood Reporter. O longa-metragem estreará nas salas de cinema do país nesta sexta-feira, 11 de setembro.

Continue lendo

Artigos relacionados


 
Botão Voltar ao topo