Juiz de ForaSegurançaZona da Mata

Operação Arbítrio combate fraudes em licitação e lavagem de dinheiro

Foram apreendidos R$ 51 mil durante cumprimento de mandados de prisão em Juiz de Fora

A Justiça do Trabalho recebeu denúncias e relatou à Promotoria do Patrimônio Público de Juiz de Fora um possível esquema irregular para fraudar a licitação e vencer edital de concorrência pública para a permissão do serviço de táxis no município. Os suspeitos teriam usado terceiros como “laranjas” para burlar as normas.

O caso foi investigado e uma operação conjunta foi realizada com as Polícias Civil e Militar, o Ministério Público e a Receita Estadual. Equipes da 22ª Promotoria de Justiça de Juiz de Fora e do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) participaram do cumprimento de cinco mandados de busca e apreensão em diferentes pontos do município.

Foram apreendidos cerca de R$51 mil, além de provas materiais importantes para a investigação. O nome da operação “Arbítrio” vem do latim e significa “Monopólio”. As investigações continuam, a fim de apurar outros possíveis crimes praticados pelos envolvidos e se há outras pessoas no esquema.

Continue lendo

Artigos relacionados


 
Botão Voltar ao topo