Saúde

Taxa de transmissão da Covid-19 no Brasil é a menor desde abril de 2020

Monitoramento do Imperial College aponta que contaminação no país é a menor desde início da medição

A taxa de transmissão da Covid-19 no Brasil atingiu, nesta semana, seu menor nível desde abril de 2020, segundo monitoramento do Imperial College de Londres. De acordo com os dados atualizados pela universidade nesta segunda-feira (11) o índice está em 0,60, ou seja, cada 100 pessoas infectadas transmitem o coronavírus para outras 60. A margem de erro varia entre 0,79 e 0,24;

A taxa apresenta redução expressiva em relação à última atualização, realizada em 27 de setembro, quando o índice estava em 1,04. Duas semanas antes, em 13/09, o Brasil tinha atingido 0,81, sua menor taxa de 2021, segundo o Imperial College.

Durante todo o ano, o índice ficou sempre acima de 0,8, atingindo sua máxima durante a segunda onda no país, alcançando 1,23 em 15 e 22 de março. Ou seja, cada 100 pessoas infectadas transmitiam o vírus para outras 123. À época, a média móvel de casos no Brasil era superior a 75 mil.

De acordo com o monitoramento da universidade, iniciado em abril do ano passado, o país registrou sua menor taxa de transmissão durante toda a pandemia no início de novembro: 0,68. Entretanto, nessa época os dados do Ministério da Saúde sofreram apagão e não eram contabilizados de maneira fidedigna. Entre 4 e 10 daquele mês, o órgão admitiu sofrer com “problemas técnicos” no registro de infeções e óbitos pela Covid-19.

 

Vacinação no Brasil

A queda dos índices da pandemia no país é atribuída ao avanço da imunização contra o coronavírus. Na última semana, o Brasil superou a marca de 250 milhões de doses aplicadas e mais de 60% da população adulta brasileira já completou o esquema vacinal.

Todos os estados brasileiros já estão aplicando a dose de reforço nos idosos e seguem vacinando os adolescentes. Neste feriado, oito cidades e o Distrito Federal mantém a campanha de vacinação contra a Covid-19. São Paulo, Porto Alegre, Cuiabá, Campo Grande, Boa Vista, Maceió, Recife e Natal têm equipes de plantão.

Continue lendo

Artigos relacionados