Mundo

Nova York muda orientação e anuncia reabertura de escolas para aulas presenciais

As escolas públicas de Nova York reabrirão para aulas presenciais a partir de 7 de dezembro, começando pelas unidades de ensino fundamental, anunciou o prefeito da cidade, Bill de Blasio, neste domingo (29).

O maior sistema de ensino do país estava fechado há menos de duas semanas, após a taxa de testes positivos de detecção do coronavírus na cidade ultrapassar o limite de 3%. O índice havia sido acordado pelo prefeito e pelo sindicato dos professores de Nova York.

“É uma nova abordagem, porque agora há muitas evidências do quão seguras as escolas podem ser”, afirmou o democrata. Aulas para alunos do jardim de infância também serão retomadas no dia 7.

Já as escolas que atendem crianças com necessidades especiais voltarão três dias depois. Segundo De Blasio, instituições de ensino fundamental 2 e médio reabrirão em datas futuras, a serem definidas.

A decisão representa uma mudança abrupta na política da cidade para conter a transmissão da Covid-19 e ocorre após uma série de críticas de que o governo local estaria priorizando as atividades econômicas em detrimento do bem-estar das crianças de Nova York.

A pandemia de coronavírus forçou milhares de crianças nos EUA a ficar longe das salas de aulas, cenário visto como muito prejudicial à educação e à saúde mental dos alunos.

Com informações do New York Times

Continue lendo

Artigos relacionados


 
Botão Voltar ao topo