Esporte

Destaques da madrugada: Brasil é ouro na vela e bronze no atletismo

A madrugada desta terça-feira (3) foi de conquistas importantes para o Brasil nas Olimpíadas de Tóquio. No mar, as velejadoras Martine Grael e Kahena Kunze conseguiram a medalha de ouro. Na pista de atletismo, Alison dos Santos ganhou o bronze. No vôlei, a seleção masculina venceu o Japão e avançou para a semifinal.

Veja o resumo das notícias dos Jogos nas últimas horas:

Vela

As velejadoras Martine Grael e Kahena Kunze conquistaram a medalha de ouro na regata final da categoria 49er FX, após a prova ter sido adiada em um dia por questões meteorológicas.

A dupla brasileira conquistou o bi olímpico em Tóquio-2020, cinco anos após a vitória na Baía de Guanabara, na Rio-2016. Desta vez o cenário foi a ilha de Enoshima, no Japão.

As velejadoras terminaram a regata decisiva em terceiro, o suficiente para o título depois de 12 regatas na semana. Alemãs (prata) e holandesas (bronze) completaram o pódio.

Atletismo

Alison dos Santos, 21, conquistou o bronze, a 1ª medalha individual do Brasil em provas de velocidade desde 1988, na final dos 400 m com barreira. Alison ficou em terceiro com o tempo de 46s72. Em Seul-1988, Robson Caetano ganhou o bronze nos 200 m.

Na prova desta madrugada, o norueguês Karsten Warholm ganhou o ouro e bateu o recorde mundial da prova (que já era dele), com 45s94. Rai Benjamin, dos EUA, ficou com a prata (46s17).

Vôlei

A seleção brasileira de vôlei masculino derrotou o Japão por 3 sets a 0, parciais de 25/20, 25/22 e 25/20, e está na semifinal dos Jogos de Tóquio.

Atual campeã olímpica, a equipe enfrentará a Rússia, na quinta-feira (5). Brasil e Rússia se enfrentaram duas vezes neste ano. Tanto pela Liga das Nações quanto na fase de grupos dos Jogos de Tóquio, a equipe adversária do Brasil venceu por 3 sets a 0.

Vôlei de praia

A dupla brasileira formada por Ana Patrícia e Rebecca foi derrotada pelas suíças Joana Heidrich e Anouk Verge-Depre, em três sets, parciais de 21/19, 18/21 e 15 a 12, e ficou fora da semifinal olímpica no vôlei de praia.

Ana Patrícia passou mal depois da eliminação. Segundo informações do COB (Comitê Olímpico do Brasil), a atleta sentiu náuseas durante a partida, provocadas pelo forte calor e foi atendida por um médico.

Boxe

Bia Ferreira venceu a luta das quartas de final e garantiu pelo menos o bronze. A brasileira ganhou da Raykhona Kodirova, do Uzbequistão, na categoria leve (57 – 60 kg), e avançou para a semifinal. Mesmo sem público na arena, Bia teve apoio durante quase todo duelo de sua equipe, que estava na arquibancada. ​

Continue lendo

Artigos relacionados