Esporte

São Paulo marca no fim e arranca empate com o Corinthians no Paulista

Com gols de Gustavo Mosquito aos 39 minutos do segundo tempo e de Luciano aos 50, cobrando pênalti, Corinthians e São Paulo empataram por 2 a 2 já na madrugada desta segunda (3), pela 10ª rodada do Campeonato Paulista.

O time alvinegro manteve a escrita de nunca perder para o rival na Neo Química Arena, em Itaquera.

Esse foi o 14º Majestoso no estádio, inaugurado em 2014, e o quarto empate. O Corinthians venceu dez vezes. A igualdade interrompeu sequência de oito vitórias do São Paulo, considerando Libertadores e Paulista, mas pelo menos a série não terminou com derrota para o rival.

O resultado pouco importava para a tabela de classificação do Estadual, com os dois matematicamente já classificados às quartas de final e líderes dos seus respectivos grupos. O time alvinegro soma 22 pontos no Grupo A, e o tricolor contabiliza 26 no B.

Os técnicos Vagner Mancini, do Corinthians, e Hernán Crespo, do São Paulo, pouparam algumas peças importantes. No lado alvinegro, Gil, Fabio Santos e Jô iniciaram no banco de reservas, assim como Reinaldo, Pablo, Luciano e Benítez na equipe tricolor. Daniel Alves nem chegou a ser relacionado.

O clássico começou bem trucado e com uma sequência de faltas entre as duas equipes. O Corinthians tentava ser intenso na marcação e congestionava o meio de campo. O São Paulo conseguiu abrir o placar aos 14 minutos, após cobrança de escanteio. Igor Gomes levantou na área, e o zagueiro Miranda, livre de marcação, mandou no canto direito de Cássio.

Esse foi o primeiro gol de Miranda, 36, desde o seu retorno ao time do Morumbi, em março.

Os donos da casa detinham a posse de bola, mas o São Paulo, bem organizado em campo, chegava com pouco mais de perigo ao gol de Cássio. Com chutes de fora da área, Galeano e Vitor Bueno exigiram defesas do camisa 12.

A missão do Corinthians parecia mais complicada até que, aos 40 minutos, o contestado Luan marcou um golaço. O ala esquerdo Piton cobrou o lateral para Ramiro, que de primeira mandou a bola para o meia emendar uma bomba de fora da área e no ângulo direito do goleiro Tiago Volpi.

O último gol do corintiano havia sido no dia 13 de janeiro, na goleada por 5 a 0 sobre o Fluminense, ainda pelo Campeonato Brasileiro. Já o São Paulo não sofria um gol havia cinco jogos.

As duas equipes voltaram com a mesma formação para a etapa final. O corintiano Luan perdeu boa chance de fazer o seu segundo gol, aos nove minutos. Livre e de frente para o gol, ele chutou para fora.

Mancini, pressionado no cargo, chamou Gustavo Mosquito, aos 28, para o lugar de Otero. Aos 39 minutos, Fagner mandou a bola na área e Gustavo Mosquito desviou para virar o jogo.

A vitória renderia mais tranquilidade a Mancini. Para os são-paulinos, a derrota poderia esfriar um pouco da empolgação neste começo de trabalho de Crespo, que chegou ao campo do rival com dez vitórias, um empate e apenas uma derrota.

Já nos últimos instantes, o São Paulo chegou ao empate. Pablo foi puxado por João Victor na área, e Luciano acertou a cobrança de pênalti aos 50 minutos.

Após o Majestoso, o Corinthians voltará a campo na quinta (6), diante do Sport Huancayo (PER), às 21h30, pela Copa Sul-Americana. Já o São Paulo visitará o Racing (ARG) na quarta (5) pela Libertadores, às 19h.

Continue lendo

Artigos relacionados


 
Botão Voltar ao topo