Entretenimento

Ator de 'Game of Thrones' vira entregador de supermercado por coronavírus

O ator Michael Condron, que interpretou um dos integrantes da Patrulha da Noite na série de sucesso “Game of Thrones”, deixou sua profissão de lado momentaneamente para ajudar durante a pandemia do coronavírus no Reino Unido. Condron começou a trabalhar como entregador de supermercados e tem gostado da nova ocupação.

“Cada pessoa tem um papel a cumprir nesses tempos”, disse o ator de 42 anos, que interpretou o personagem Bowen Marsh na série da HBO, encerrada no ano passado. Condron contou que uma amiga o avisou sobre a vaga e ele foi atrás prontamente. “Em vim, consegui o trabalho e estou amando”, afirmou.

O ator tem feito entregas para a rede de supermercados Asda, uma das maiores do Reino Unido. Crondon atua em Belfast, capital da Irlanda do Norte, onde mora e tem passado o período da quarentena sozinho, já que sua namorada está em isolamento social com a mãe.

O lorde mordomo da Patrulha da Noite em “Game of Thrones” contou que tem sido reconhecido no novo trabalho e muitos querem saber como eram os dias de gravação para a série. Apesar de boa parte das filmagens terem acontecido na Croácia e Islândia, as cenas gravadas por Crondon foram próximas à sua residência, na cidade de Larne, na própria Irlanda do Norte.

“As pessoas têm me perguntado como era todo mundo na série. Eu tenho sido perguntado isso tantas vezes”, disse o ator, lembrando que tem conversado bastante com pessoas idosas. “Alguns dos idosos que eu tenho visto não têm saído de suas casas pela quarentena e só querem conversar.”

Condron também já atuou em outras séries como “The Tudors” e a comédia norte-irlandesa “Soft Border Patrol”, e por isso é um rosto bem conhecido na Irlanda do Norte. A fama faz com que ele seja reconhecido com frequência e possa interagir com seu público de alguma forma.

“O trabalho significa que eu posso continuar a ter interação com as pessoas, como eu faço na TV e no cinema. Tem me mantido bem mentalmente”, disse o ator, que pretende manter o trabalho pelo menos como meio período depois da pandemia.

Continue lendo

Artigos relacionados


 
Botão Voltar ao topo