Cidadania e Direitos HumanosEducaçãoJuiz de ForaZona da Mata

Inclusão social na Câmara Municipal de Juiz de Fora

Sessões já contam com interpretação em libras

Inclusão social! Um pedido antigo de instituições e entidades de apoio a pessoas surdas foi atendido pela Câmara Municipal de Juiz de Fora, na Zona da Mata mineira. A interpretação em Libras foi incluída nas transmissões das Reuniões Plenárias. O vereador e presidente da Casa, Juraci Scheffer (PT), em um documento lido em nome de todos os vereadores, destacou o papel fundamental da comunicação com toda a população da cidade e na importância do acesso às decisões do Poder Legislativo.

Juraci também destacou o apoio da Mesa Diretora da Câmara, de vereadores não mais em legislatura, como o ex-vereador Dr. José Fiorilo, e o apoio da Prefeitura ao ceder duas servidoras especializadas em Libras, as servidoras Ilza Maria Neto e Ana Paula Machado.

Outra novidade é a audiodescrição,que será adotada em breve, a pedido das das vereadoras Cida Oliveira (PT) e Tallia Sobral (PSOL), que apresentaram a proposta. 

A solenidade, que deu início às transmissões, contou também com uma homenagem póstuma aos irmãos Bruno e Gisele Viana, ativistas da causa surda na cidade e grandes incentivadores das reuniões transmitidas com interpretação em libras. 

O representante da Associação dos Surdos, Daniel Moraes, ressaltou a constante luta da instituição pela acessibilidade. “A informação é algo importante para todos os seres humanos e precisamos desse reconhecimento como direito conquistado. A Libras é uma língua nacional. Encontramos muitas barreiras e nossa luta é em união trabalharmos em prol da comunidade surda” disse Daniel.

 

Continue lendo

Artigos relacionados