Economia

Folha e FGV Ibre discutem papel do Estado na pandemia

A Folha e o Instituto Brasileiro de Economia (Ibre), da Fundação Getulio Vargas, promovem nesta quinta-feira (22), a partir das 10h, seminário online para discutir o papel do Estado no combate à pandemia do coronavírus.

O Brasil vem sendo apontado como um dos países que mais empenhou recursos, proporcionalmente, no combate aos efeitos da epidemia.

Até a segunda semana de outubro, segundo o portal Monitoramento dos Gastos da União com Combate à Covid-19, as despesas totais no seu enfrentamento somavam R$ 448 bilhões, a maior parte destinada ao auxílio emergencial.

Embora necessários, o custo fiscal desses programas é elevado, pressionando ainda mais as contas públicas. A expectativa é que o Brasil termine o ano com uma relação dívida/PIB (Produto Interno Bruto) de quase 100%, comparável à de países desenvolvidos.

Com o auxílio emergencial previsto para terminar no final deste ano, o governo busca alternativas para financiar um novo programa de assistência, inicialmente batizado de Renda Cidadã. Mas há grande impasse sobre como pagá-lo sem que haja ruptura no teto de gastos.

Participam do debate os colunistas da Folha Nelson Barbosa, pesquisador associado do FGV Ibre e ex-ministro da Fazenda, e Samuel Pessoa, pesquisador associado do FGV Ibre. A mediação será do repórter especial Fernando Canzian.

Continue lendo

Artigos relacionados


 
Botão Voltar ao topo