Brasil

Eles contam dinheiro, nós contamos corpos

Ouça também o nosso podcast:

 

 

De fato a sabedoria popular sempre se mostra eficaz em sua singela precisão , meu velho e falecido pai quando queria dizer que nada mais o surpreendia, falava que se desse bom dia para o cachorro ele respondesse pra ele não haveria surpresa.
 
Digo isso porque em meio a uma terrível pandemia que já matou  87.737  e contaminou  2.446.397 brasileiros até o momento  em que escrevi esta coluna, são quase 700 mortes nas ultimas 24 horas, números alarmantes não?
 
AAAHHHH, mas temos aqui outros números, números que surgem as custas das almas, dos corpos , da tragédia são os números daqueles que aumentaram seu patrimônio liquido durante o período da pandemia, sim 42 bilionários brasileiros viram a sua fortuna, e vejam bem falamos de patrimônio liquido, aumentar em 34 bilhões , ou seja enquanto contamos corpos e elite brasileira conta dinheiro.
 
A politica econômica fratricida do Governo Bolsonaro, comandada pelo Chicago Office boy Paulo Guedes vai muito bem obrigado, o mundo vive uma grande crise, mas para quem?
 
Milhões de brasileiros no abismo do desemprego , fome, miséria. Perdas familiares e muito mais, a politica genocida desse presidente capacho da burguesia e da Potencias imperialistas, que aliás voltamos a ser colônia , lembro do episódio do Chanceler brasileiro do Governo Fernando Henrique o Ministro celso Lafer tirando os sapatos no aeroporto para entrar nos Estados Unidos, por medidas de segurança, era uma visita oficial, era um Estado ali, mas ontem descalço e hoje de joelhos, temos um Ministro que é um fundamentalista estupido desorientado que nem com GPS consegue conduzir a politica diplomática brasileira.
 
O genocídio praticado pelo Czar Bolsonaro I é a mais evidente expressão da necropolitica é nosso sangue que enche os jarros dos carniceiros e não para por ai teve a tentativa de desconstruir o Fundeb para dar inicio a privatização do ensino básico publico, o marco regulatório do saneamento básico que tem como meta privatizar a agua, se isso não é genocídio, se isso não é carnificina oque é?
 
Oportunamente esse mesmo Governo desmonta Indústrias do Setor produtivo que não compões aqueles diretamente ligados a Paulo Guedes e seus mercenários , aliás servicinho que começou na lava jato, enquanto isso nossa trilha sonora é de Chico Buarque Funeral de um lavrador, perfeita para o momento:
 

Esta cova em que estás com palmos medida

É a conta menor que tiraste em vida

É a conta menor que tiraste em vida

 

É de bom tamanho nem largo nem fundo

É a parte que te cabe deste latifúndio

É a parte que te cabe deste latifúndio”

 

Mais notícias do colunista

Dina Alves - Interpreta Darluz (Marcelino Freire)

EUSpelho - Festival Curta a Vida 2009

Para cima