GuarujáPolítica

Bolsonaro deixa Guarujá para viagem à Miracatu, SP

Presidente estava hospedado no Forte dos Andradas deste a última sexta-feira (8).

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) deixou o Forte dos Andradas, em Guarujá, no litoral de São Paulo, na manhã desta quarta-feira (13). Por volta das 9h40, Bolsonaro e sua comitiva saíram em dois helicópteros. O presidente chegou à Baixada Santista na última sexta-feira (8) para passar o feriado da Padroeira.

O presidente e sua comitiva seguiram em direção à Miracatu, no interior paulista, para a entrega de títulos de propriedade rural definitivos e provisórios para famílias assentadas. A cerimônia está marcada para às 10h30, no Centro da cidade.

Na cerimônia, também devem estar presentes a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, o secretário especial de Assuntos Fundiários, Nabhan Garcia, e o presidente do Incra, Geraldo Melo Filho.

Bolsonaro em Guarujá

 

O presidente Jair Bolsonaro chegou na noite de sexta-feira (8) em Guarujá para passar o feriado prolongado de Nossa Senhora Aparecida na cidade. O presidente ficou hospedado no Hotel de Trânsito da Fortaleza, sede da 1ª Brigada de Artilharia Antiaérea. Um esquema de segurança foi montado no entorno do local.

No sábado (9), ele saiu de carro e entrou na balsa de veículos na travessia entre Santos e Guarujá, onde tirou fotos com apoiadores. Em Santos, ele seguiu para Peruíbe, município localizado a cerca de 113 km de Guarujá.

Presidente Jair Bolsonaro (sem partido) concedeu entrevista coletiva neste domingo (10) em Guarujá, SP — Foto: Luciana Moledas/g1

Em Peruíbe, Bolsonaro foi até a feira montada em frente a rodoviária da cidade. A chegada do presidente provocou aglomerações no local. Durante todo o passeio, o presidente não usou máscara de proteção, cujo uso ainda é obrigatório no estado e no município, como prevenção à Covid-19. Devido a falta de uso de equipamento facial, a prefeitura afirma que o multou em R$ 500.

No domingo (10), o presidente foi até a frente do Forte dos Andradas e deu uma entrevista coletiva aos jornalistas, que também foi transmitida pela internet. Ele criticou a CPI da Covid e as medidas restritivas adotadas pelos governadores durante a pandemia, alegando que as ações adotadas em prevenção ao novo coronavírus estão refletindo negativamente na economia e causando a inflação.

O presidente também voltou a levantar dúvidas sobre a eficácia das vacinas contra a Covid-19, além de argumentar a favor do uso de remédios para o tratamento precoce da doença. Ele afirmou que caso o Congresso Nacional derrube o veto dele no PL que previa a distribuição gratuita de absorventes higiênicos, ele irá “tirar o dinheiro da Educação e da Saúde” para custear a ação.

Bolsonaro utilizou um capacete sem viseira em Guarujá — Foto: Alexsander Ferraz/A Tribuna Jornal

Já na segunda-feira (11), o presidente passeou de moto e foi até a praia da Enseada, onde se encontrou com apoiadores e respondeu algumas perguntas de jornalistas. Também neste dia, o advogado de Flávio Bolsonaro, Frederick Wassef, foi visto chegando ao local onde o presidente estava hospedado.

Nesta terça-feira (12), Dia da Padroeira, visitou o Santuário Nacional, maior templo católico do país, que fica em Aparecida (SP). Ele foi recebido por muitos aplausos e algumas vaias e participou de uma missa em homenagem à Santa. Ele voltou à Guarujá no início da noite.

Presidente Jair Bolsonaro visita Aparecida no Dia da Padroeira — Foto: Peterson Grecco/TV Vanguarda
Continue lendo

Artigos relacionados