Guarujá

GUARUJÁ: Giovani Vassopoli tem candidatura indeferida

Mulher de ex-candidato enfrenta problema de saúde

Foi indeferida pelo TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo) a candidatura de Giovani Vassopoli (REDE) à Prefeitura de Guarujá após a candidata a vice-prefeita, Marcela Maria Bezerra da Silva, desistir de concorrer e o partido não indicar substituto.

A decisão foi tomada pelo juiz eleitoral Ricardo Fernandes Pimenta Justo, da 212ª Zona Eleitoral de Guarujá e publicada nesta terça-feira (27). O mesmo alega que devido a renúncia da vice, sem indicação de substituição até a última segunda-feira (26), o pedido de registro de candidatura foi indeferido.

O motivo de Giovani é a questão de saúde de sua esposa, que necessita de cuidados e atenção. Ela foi internada no último dia 12, e agora se recupera em casa. Por conta disso Marcela renunciou ao cargo. “Era mais apropriado que ele cuidasse da família”, explica a escolha que, segundo ela, foi tomada em conjunto com o ex-candidato e o partido.

“Isso me fez parar, refletir, e minha candidata a vice-prefeita sabendo o que aconteceu disse que não gostaria de continuar, porque agora eu precisava ajudar minha família. Parei formalmente de fazer campanha dia 13 de outubro. Tenho amor muito grande pela minha cidade, mas minha esposa está muito debilitada”, explica Vassopoli.

O ex-candidato tem 48 anos e atua como advogado. Nas pesquisas eleitorais divulgadas, não atingia 1% de intenção de voto – ou seja- a ausência influencia pouco no cenário.

Continue lendo

Artigos relacionados


 
Botão Voltar ao topo