Guarujá

Em Guarujá, mais de 1600 animais já foram atendidos durante a pandemia

Além dos atendimentos, o Canil Municipal encontrou famílias para 300 animais que viviam no local

Em Guarujá, o Canil Municipal já atendeu mais de 1600 animais, desde o início da pandemia da Covid-19. O dado equivale, em média, a 25 consultas por dia, fora casos de urgência e emergência. Além disso, quase 300 animais da unidade encontraram um lar. No local, todas as medidas sanitárias para evitar uma possível proliferação do vírus estão sendo rigorosamente seguidas.

A coordenadora da Diretoria de Proteção e Bem-Estar Animal explica que mesmo com a quarentena, as pessoas não pararam de buscar assistência no local. “O nosso dia a dia é dedicado ao atendimento de todos esses animais, tomando todos os cuidados necessários. A cada cirurgia de emergência bem sucedida é um sentimento de vitória”, frisa.

A dona de casa Noêmia Alves de Freitas, moradora do Jardim Boa Esperança, em Vicente de Carvalho, recolhe animais vítimas de maus tratos e diz que está satisfeita com o atendimento humanizado, principalmente com sua cachorrinha Bélica. “Ela foi muito bem atendida em todas as consultas e estou confiante de que ficará boa em breve. Não tinha condições de pagar pelos medicamentos e o Canil me forneceu. Todos são muito amorosos e competentes, verdadeiras luzes na vida dos animais”, comenta.

Para o gerente de hotel Marton Aquino, que mora no Santa Rosa, a equipe cirúrgica foi essencial para a recuperação de sua cachorra de 15 anos, que estava com diversos tumores pelo corpo. “A operação retirou todos os nódulos dela, foi um ótimo trabalho e hoje ela está cada vez melhor. Por ser idosa, acredito que se fosse em outro lugar, com profissionais menos capacitados, talvez não tivesse sobrevivido”, diz.

Atualmente, o Canil Municipal passa por reformas para a instalação de ar condicionado, pintura e troca de equipamentos do centro cirúrgico para melhorar, cada vez mais, o atendimento aos animais da Cidade.

Castramóvel

A unidade itinerante, que faz o trabalho de esterilização de cães e gatos, estará nas ruas de Guarujá em breve. Por conta da pandemia, a Diretoria de Proteção e Bem-Estar Animal está aguardando a desaceleração do número de casos de coronavírus para iniciar os mutirões de castração. A equipe mapeará o Município e planejará futuras datas e bairros que receberão o equipamento.

Em cerca de dois anos de funcionamento, a Diretoria de Proteção e Bem Estar Animal já castrou mais de seis mil animais. Atualmente, as castrações estão suspensas a fim de evitar aglomerações. A unidade voltará com o cronograma normal de castrações após a redução no número de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Cãopanha Inverno Quentinho

O Canil Municipal está realizando a ‘Cãopanha inverno quentinho’, que tem como objetivo arrecadar mantas, toalhas, cobertores e lençóis para aquecer os bichinhos abrigados na unidade durante a estação mais fria do ano.

Por conta do isolamento social, a Força Tarefa de Guarujá está colaborando com a campanha. As equipes se disponibilizaram a retirar doações na casa dos munícipes. Para quem quiser agendar a retirada da doação, o telefone para contato e dúvidas é (13) 3387 7197.

As doações podem ser feitas, também, no próprio Canil Municipal, de segunda a sexta-feira, das 9 às 11 horas e das 14 às 16 horas. O endereço é Rua Profª Maria Lídia Rego Lima, 301 – Jardim Conceiçãozinha.

Topo